sexta-feira, 7 de abril de 2017

Ela Leu #29 - Dorothy tem que morrer - Danielle Paige {vídeo + texto}




Essa resenha, provavelmente, contém spoilers para quem ou nunca leu O mágico de Oz ou nunca viu o filme, só avisando.

O livro conta a história de Amy Gumm, uma menina do Kansas que está terminando o ensino médio e não possui uma posição de status muito boa na escola. Ela sofre bullying das meninas ditas populares da escola e não vê a hora da escola acabar para que a perseguição também acabe.

Como se não bastasse os problemas escolares há os problemas familiares. Amy não possui uma família muito bem estruturada. O pai ausente, mal é citado no livro e a mãe tem sérios problemas com drogas, remédios e álcool.

Partindo para história em si, nós temos esse outro tornado que atinge a cidade do Kansas novamente (isso não é um spoiler, é um fato necessário para que ela adentre Oz).

Lá ela descobre que Oz não está tão bonito como nos mostraram nos filmes, e que a estrada de tijolos amarelos está completamente destruída.

Se for para ambientar visualmente, eu diria que Tim Burton foi inspiração pra recriar esse mundo já tão conhecido, só que dessa vez com traços sombrios.

Lá ela descobre que Dorothy retornou à Oz um tempo depois e quis se tornar uma princesa do local, já que ela o tinha salvo.

Então nós temos os responsáveis que trouxeram Amy para salvá-los. As bruxas más. E nessa parte o livro começa a ficar interessante, porque você não sabe se foram mesmo elas que trouxeram Amy e se elas são confiáveis.

O livro é narrado em primeira pessoa e isso nos traz uma perspectiva muito pessoal da protagonista, o que tornou a leitura muito rica. O livro, para mim, foi tão bem construído que eu só consegui largar após terminar e o fiz em três dias.

Então as missões são dadas à Amy: remover o coração do Homem de lata, roubar o cérebro do espantalho, tomar a coragem do leão e depois, Dorothy tem que morrer.

O paralelo entre o mundo de Oz e a vida da Amy no Kansas, com toda a ideia da mãe é algo muito tocante no livro. São umas sacadas que a autora escreve que tu nem acredita, sabe?

A ideia de tornar a antiga heroína, agora em antagonista foi algo genial e que eu não me recordo de ter lido nada parecido. Dá para acreditar que a Glinda ajuda a Dorothy a conseguir todo esse poder e que os seres que ela ajudou na sua primeira vinda são assassinos em série? Mal posso esperar pela continuação, que já foi lançada nos EUA, e que eu acredito, em breve deve chegar aqui no Brasil devido ao público bem grande que alcançou.

Fetiche Literário: http://bit.ly/2nmBgpi

Pontos que o Cadu citou que eu achei muito importantes:
  • Protagonismo feminino, a relevância das personagens femininas é muito maior que das personagens masculinas (sim, personagem é uma palavra feminina).
  • O romance é algo que não faz o menor sentido na história. O livro poderia decorrer muito bem sem um triângulo amoroso, quem sabe no segundo ou no terceiro? Eu acharia mais interessante.
Me contem se vocês já leram esse livro ou possuem interesse na leitura, não esqueçam que eu estou nas redes sociais como @blogelaescreveu ;)

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Unboxing de Fake - Felipe Barenco



Compre o seu exemplar de Fake aqui
Me acompanhe nas redes sociais, sou @blogelaescreveu em todas elas :)

segunda-feira, 3 de abril de 2017

BOOK HAUL - Últimos de 2016

Olá! Faz tempo que eu não veho aqui conversar com vocês. Investi muito no canal nos últimos meses e agora estou trazendo o conteúdo atrasado pra vocês, vou atualizar tudo nas próximas semanas.

Confiram aqui os últimos livros que eu comprei e gravei vídeo, abaixo contém os nomes de cada título e o link para compra ;)



Nietzsche, David Strauss, Secretário e Escritor (não lido)
Minecraft Galaxy Wars - só encontrei edição em inglês (não lido)
As letras do meu nome - Grazia Livi. Indisponível (não lido)
O que há de África em nós - Wlamyra Albuquerque (não lido)
Os 13 porquês - Jay Asher (lendo)
Um lugar na janela - Martha Medeiros (não lido)

Felizmente, o leite - Neil Gaiman (lido)
Assista a resenha de Felizmente, o Leite

Temporada dos Ossos - Samantha Shannon (não lido)
Convergente - Veronica Roth (não lido)

Dorothy tem que morrer - Danielle Paige (lido)
Assista a resenha de Dorothy tem que morrer

Curtindo a Vida Adoidado - Todd Strasser (lido)
Assista a resenha de Curtindo a Vida Adoidado

Cinder - Marissa Meyer (não lido)
Uma canção pra você - Luiza Trigo (lido)



A revolução 80/20 - Richard Koch (lido)
Leia a resenha de A Revolução 80/20

Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um Pouco) Dramática - Thalita Rebouças (não lido)
Fala sério, mãe - Thalita Rebouças (não lido)
Coleção Mundo Estranho: Os maiores vilões da história (não lido)
Coleção Mundo Estranho: O lado sombrio da infância (não lido)
Scarlet - Marissa Meyer (não lido)
A herdeira da Morte - Melinda Salisbury (lido)
O mundo de dentro - Bruna Vieira  Lu Cafaggi (lido)

Vejos vocês na próxima, um beijo!

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Sobre Everyday, músicas sobre sexo cantadas por mulheres e porque isso ainda é visto como loucura por algumas pessoas

Na última quarta-feira (01), Ariana Grande postou no youtube o prometido lyric video de Everyday, música do álbum Dangerous Woman lançado ano passado (meu álbum favorito de 2016 de acordo com o próprio Spotify ☺♥).



O álbum com 15 faixas inéditas chocou muita gente. Ariana Grande, que ficou mais conhecida pelos seriados na Nickelodeon onde interpretava a inocente e ingênua Cat em Victorious e Sam&Cat não deixou alguns "Arianators" (entre aspas sim, porque eu não tenho condições de chamar pessoas assim de fãs) muito felizes.

Na internet até rolaram algumas matérias sobre o fato da cantora "tentar ser sexy" mas não conseguir. O que me deixa profundamente indignada é uma sociedade que venera homens cantando sobre sexo, mas não aceita que mulheres façam o mesmo.

Really? O pior de tudo é que a matéria foi escrita por uma mulher! Até quando?

Julgaram Ariana sobre a sua parceria com Nicki Minaj em Side to Side e que a rapper - que também é alvo constante de comentários machistas sobre seu corpo e letras - seria a responsável por tornar a doce Ariana em uma louca por sexo. Até hoje eu ainda não acredito que muita gente ficou chocado com o fato da música falar sobre sexo e pernas bambas, algumas pessoas tiveram a audácia de traduzir side to side como "de um lado pro outro" ou "desequilibrada". 



Por sorte tivemos um canal muito corajoso que ousou colocar a tradução literal da música, principalmente porque alguns brasileiros ainda possuem a ideia de que traduzir inglês é palavra por palavra e independe do contexto.



Então Everyday é lançado e parece que agora que as pessoas pararam pra ler a letra e adivinha só? É sobre sexo! De novo? Sim! Gente, quando você senta pra ouvir o álbum inteiro é só sobre garotos maus, péssimas escolhas, sexo e só umas duas músicas são sobre amorzinho.

O mais chato é ver que Ariana, mesmo sendo um símbolo tão forte do feminismo para a nova geração ainda ter que lidar com comentários machistas. Mas apesar de tudo a diva que tem uma potência vocal de dar inveja a muita gente, continua cantando músicas fortes, sobre o que ela gosta e sobre o que acredita.

E vamos falar sério sobre esse vídeo? Ariana tá o ser mais lindo que tu vai ter a chance de ver, esses pompons no cabelo e a franjinha referência ao aegyo concept me deixou apaixonada demais! Mal posso esperar pelo clipe ♥



E você? O que achou do lyric video? Eu ia fazer uma postagem ano passado no blog sobre o álbum, mas não estava muito animada. Com as recentes notícias sobre as músicas da Ariana (logo as minhas favoritas do álbum!!! Tudo polemizaram, gente!) eu decidi escrever sobre. Vamos conversar sobre e não esqueçam de falar sobre outras músicas que tiveram que passar por situações chatas como essa.

Na internet, tu me acha como @blogelaescreveu.

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Sabonete em Gel - Controle do Brilho | Nivea

O que a marca diz?
Possui microesferas para uma limpeza profunda sem fazer espuma. Pele equilibrada e sem brilho.
É enriquecido com algas marinhas e Hydra QI. Limpa profundamente os poros com uma microesfoliação, removendo resíduos de maquiagem e poluição.

Aplique o produto no rosto úmido, com movimentos circulares e suaves. Evite contato com os olhos. Enxague abundantemente com água. Use pela manhã e a noite

O que eu achei?
Comecei a ter cuidados reais com a minha pele ano passado. Antes eu só passava protetor solar e lavava com sabonete. Quando eu assumi o meu cabelo, percebi que a hidratação que eu aplicava nele, vinha para a minha pele e ela começou a se tornar mais oleosa. Então tive que cuidar dela direito.

Adquiri vários produtos voltados pra ela: gel de limpeza, tônicos, hidratantes... etc. Todos os dias,  ao acordar e antes de dormir, eu dedico no mínimo 10 minutos pra fazer uma limpeza geral, tonificar e hidratar o meu rosto. O efeito imediato é ótimo, mas o surpreendente fica a longo prazo.

Comprei esse gel em um supermercado daqui da minha cidade pra testar. Confio muito nos produtos da Nivea, já usei hidratante corporal e o hidratante labial deles é o meu favorito da vida! Então comecei a usar. No início não senti uma diferença, o efeito veio com a rotina.

A limpeza antes de ir dormir transforma a minha pele no outro dia. Apesar dele ter a proposta de controlar o brilho, eu passei da mentalidade "rosto opaco" e hoje eu prefiro que a minha pele tenha um glow natural e saudável, e esse gel me proporciona isso.

Apesar de ser esfoliante, ele não deixa a minha pele irritada. São esferas muito pequenas, então a esfoliação é quase imperceptível. Mas acredito que em peles sensíveis a situação seja diferente.

Minha pele é normal/mista dependendo do clima e esse produto supriu as minhas necessidades. Ele não remove todas as impurezas do rosto, mas remove o mais pesado (indico o uso de um adstringente logo em seguida para uma limpeza mais profunda).

Finalizando em tópicos:
  • Esfoliante sem espuma;
  • Indicado para pele mista/oleosa;
  • 140g/150ml - durou aproximadamente 4 meses.
Espero que vocês tenham gostado dessa review. Me contem se vocês se interessariam por um vídeo ou postagem sobre minha rotina de cuidados com a pele. Eu ia adorar produzir um conteúdo desses pra vocês e quero saber se vocês também iriam amar. Me contem nos comentários! Me contem também se vocês já usaram esse gel da Nivea ou outros, vou adorar ler suas impressões e sugestões. Até a próxima!

Na internet, tu me acha como @blogelaescreveu.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

TODO MUNDO PRECISA DE UMA PAUSA | Ela escreveu

Porque quando você começa um trabalho expositivo, é interessante ter uma continuidade e prosseguir expondo ideias, opiniões, referências, pesquisas, descobertas, etc. Mas nunca disseram que esse trabalho teria férias. Na verdade nunca consideramos um trabalho de primeira, porque não há salário. É só o prazer de compartilhar o que ama e receber mais ideias de volta. Já são anos de blog e cada vez mais eu sinto que eu não sou o tipo de blogueira que se espera, com conteúdos exaustivos e com uma frequência diária. E tá tudo bem! O bom de se sentir tão à vontade com o público que se contruiu é saber que eles estarão lá pra ler quando você voltar (ou não). E outras pessoas novas podem chegar também! 

Novas pessoas, com novas ideias, com novas perspectivas... Um mundinho novo em cada um é o que faz a vida ser tão repleta e a cada dia me deixa com mais vontade de explorar. Eu pensei em escrever sobre as metas que eu planejo em 2017, mas não estaria sendo condizente com o que eu acredito que vá acontecer. Eu acredito no inusitado. No surpreendente. Na saída da "zona de conforto". Minha única meta é continuar, porque sem escrever eu não sei se continuaria a viver minimamente feliz. 

Vou confessar que não fiquei esse tempo todo sem escrever, eu ainda sou adepta dos bons e velhos diários de cabeceira. Mas a cada palavra que eu escrevia na minha caligrafia, percebia que eu podia usar o teclado e produzir mais aqui.

Não vou pedir muita coisa pra você que chegou até aqui, na verdade eu queria uma troca: em troca da minha continuação na produção de conteúdo, tu poderia me indicar pautas para escrever sobre. Pode ser qualquer coisa, desde que esteja ao meu alcance eu vou me dedicar pra produzir conteúdo diversificado e de qualidade pra esse cantinho. Mas é claro que os conteúdos que já existem vão continuar por aqui e tudo bem se tu não quiser ler sobre algo específico, tens todo o direito.

Espero que esse ano seja lindo e repleto de leituras, descobertas, música e amor. Um beijo e até a próxima! Espero o seu comentário de luz e que em 2017 o mundo seja tão feliz quanto essa foto que eu estou com Capitu e Roberto ♥


Na internet, tu me acha como @blogelaescreveu.