segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

ElaLeu #23 - Sejamos todos Feministas, Chimamanda Ngozi Adichie + algumas coisinhas



Sinopse: O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de Sejamos todos feministas, ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo."A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente."Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente da primeira vez em que a chamaram de feminista. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: Você apoia o terrorismo!. Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são anti-africanas, que odeiam homens e maquiagem começou a se intitular uma feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens. Neste ensaio agudo, sagaz e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para pensar o que ainda precisa ser feito de modo que as meninas não anulem mais sua personalidade para ser como esperam que sejam, e os meninos se sintam livres para crescer sem ter que se enquadrar nos estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé. Baixe o livro gratuitamente!

Comecei a ler este livro depois de diversas indicações entre blogs e canais, nem todos literários. É um livro bem curto, adaptado de um discurso da autora dado no TEDx. Ele é uma leitura que até hoje eu considero perfeita para quem não conhece o feminismo e/ou julga sem saber o que está falando. Com menos de 80 páginas somos apresentados ao que seria uma realidade da vida da autora, mas que está presente em todo o planeta, o machismo.

Não estou aqui para gerar polêmica sobre machismo e feminismo, muito menos obrigar ninguém a ser feminista e odiar os homens. O feminismo tem várias linhas de estudo e cada mulher tem o feminismo de forma distinta na sua vida, mas eu sinto que com o mesmo propósito: ser respeitada e valorizada por todos.

Li esse livro no ano passado e ele foi a confirmação que sou feminista. Acredito que todas as mulheres são feministas, até as que dizem que nunca serão, justamente porque ser mulher na nossa sociedade nos obriga a ter algumas lutas e medos diários. 2015 foi o ano em que o Feminismo ganhou uma força inacreditável. Vários comentários de pessoas influentes, vários filmes e documentários mostrando a força das mulheres, campanhas publicitárias que invadiram os meios de comunicação e o mais impactante de todos: o tema de Redação do ENEM.

"A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira" exala feminismo. É claro que falar só sobre o Feminismo não iria garantir uma nota boa, vale lembrar de todas as competências e habilidades exigidas pelo ENEM. Eu citei o Feminismo na minha redação e confesso que apesar de ter ficado muito tempo focado nela, fiquei com medo de tirar uma nota baixa. Consegui 860 e fiquei extremamente satisfeita, acredito que só não obtive maior nota porque não fiz nenhuma citação (não iria caber).

E vocês? Já leram este livro? Caso ainda não o tenham, eu indico que assitam o discurso da Chimamanda. São 30 minutos de uma voz linda com um sotaque maravilhoso, além do fato de que você fica mais empolgado com a música ***Flawless da Beyoncé. Sim! A diva arrasa demais na letra da música, além de usar partes do discurso da Chimamanda! Confiram logo a seguir o clipe e o discurso, legendado, completo!





Espero trazer mais conteúdos sobre Feminismo para este lugar. É algo que se tornou parte da minha vida e que a cada dia que passa eu procuro pesquisar mais e mais sobre este assunto! Me indiquem temas para falar sobre, eu vou adorar ouvir suas sugestões. Críticas também serão bem-vindas, desde que me respeitem e respeitem os leitores deste espaço que eu cuido com tanto carinho! Um super beijo e até a próxima!

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ElaLeu #22: Quando os Adams saíram de Férias - Mendal W. Johnson



Sinopse: Conta a história de Barbara, uma babá norte-americana de 19 anos que se encontra nas mãos de cinco adolescentes, dois do qual ela foi contratada para cuidar. Era um jogo, que se baseava em maltratá-la, a submetê-la a situações precárias, o jogo chamava-se "Liberdade 5".

À medida em que as crianças começavam a aceitar tal violência como um fato normal, a fantasia transforma-se em horror. A jovem passa a sofrer toda espécie de degradações como fome, tortura e violência sexual. Sua vida agora corre perigo.

Classificação: 4/5 

Opinião: Não sei nem por onde começar. É claro que a realidade no livro não é nem um pouco perto da minha. Duas famílias que vivem no campo, ambas com filhos que desde pequenos aprendem a dirigir e manejar armas e coisas do tipo. Mas perceber o quão cruel crianças de até 17 anos podem ser me deixou perplexa, principalmente por ter dois irmãos pequenos. O livro é 100% realista, a escrita é curta, direta e dolorosa. O final é angustiante e você fica pensando como que existem pessoas tão jovens e com uma mente tão cruel. Quebra o estereótipo americano que babás são ótimas e amadas por todos. Elas são ótimas e podem ser amadas, mas existem diversas formas de amor.


Falei um pouquinho, quase nada, sobre o livro no último vídeo do Canal. Assistiu? Clica aqui!
Comecei a ler esse livro por indicação da Bárbara Matsuda (letrasdebatom) e não me arrependo. Assim como diversas outras indicações dela, me surpreendi muito e tive uma experiência literária nova. Indico para pessoas com "estômago forte" não por causa de nojo que possam sentir, e sim do sentimento de aflição e pânico. E o que me deixou mais perplexa foi que ao pesquisar mais sobre o livro descobri que ele sofre influência da história de Sylvia Likens, uma garota morta por jovens no estado americano de Indiana, aquele típico "baseado em fatos reais" que apavora qualquer ser humano!

Vocês já leram Quando os Adams saíram de férias? Pretendem ler algum dia? Me contem nos comentários o que vocês acharam da resenha e se vocês se interessam nesse tipo de resenha: curta e direta, sem muita enrolação, sem ofensa pra quem escreve resenhas grandes. Um super beijo e até a próxima!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Minhas metas para 2016 e o que esperar desse novo ano



Vamos ser clichês? É claro que vamos! Afinal de contas do que seria a vida sem os clichês. Toda aquela conversa de "Esse ano passou voando!", "Adeus ano velho, feliz ano novo", "Ano que vem vai ser 'O ano'"... Esse pensamento otimista sempre esteve presente na minha vida, ainda bem! Pensar que um novo ano está vindo, com toda aquela energia positiva que jogamos pro universo me deixa super feliz.

Realmente não sei o que dizer de 2015. Foi um dos anos mais conturbados da minha vida. Muitos altos e baixos, muitas felicidades, tristezas, conquistas e crises. Conheci tanta gente incrível no Youtube e hoje converso quase todo dia, tive que ser mais responsável na minha casa por conta das dificuldades. Li, poucos mas, excelentes livros. Me descobri feminista, assumi meu cabelo, mudei de posição no violino... Fui feliz!

E para 2016 eu só desejo tudo do bom e do melhor, porque o que desejamos ao próximo, volta em dobro. E é óbvio que não poderia faltar o meu post gigante com as metas do blog, esse lugar que hoje me traz tanto carinho e orgulho, vamos saber o que eu separei para esse ano? Dividi tudo em categorias pra ficar mais fácil.

Sobre o Ela escreveu: agora acho que amadureci o suficiente para entender que este espaço só vai crescer se depender de mim, do meu esforço, do meu trabalho e da minha vontade. Então, ao contrário das metas do ano passado, essas serão 100% realistas e eu acredito que posso cumprí-las. Sim! Eu já fiz a lista com a sensação de que vou cumprir.
Estudos
Estou esperando os resultados do ENEM real oficial. Se eu conseguir entrar na faculdade, nem sei por onde começar a minha vida, mas caso eu não consiga, vou começar a trabalhar e entrar em um curso presencial. O trabalho vai ser bom pro blog, já que vou ter dinheiro para futuros investimentos.


Cinema
Não fui ao cinema em 2015 NENHUMA FUCKIN' VEZ! A meta é ir, no mínimo, uma vez por mês em 2016. Como muitos filmes, adaptados de livros, vão estrear nos cinemas esse ano, pretendo ler antes de assistir, mas se não der de ler também vou assistir de qualquer jeito!

Corpo
Hoje eu me alimento muito bem, voltei a andar de bicicleta e pretendo voltar a correr. Nada de caô com o meu corpinho, ele está ótimo! Eu só preciso me controlar com os doces, mas eu estou ótima! Sem paranoia! Só fazer uns abdominal aqui em casa que fica tudo mara!

Cabelo
Me dedicar para indicar pra vocês mais detalhes do que eu ando fazendo no meu cabelo. Cabelo é o assunto mais procurado aqui no Ela escreveu, e também no canal (são os vídeos com mais visualizações) e eu pretendo falar mais sobre isso, já que há muitas dúvidas, principalmente de meninas que ainda vão entrar ou estão na transição capilar. Me contem nos comentários quais os posts e vídeos que vocês gostariam de ver logo, assim eu começo a montar um cronograma de conteúdo capilar.

Conteúdos novos e volta de conteúdos antigos
Músicas de K-pop: divulgar meus gostos asiáticos e japoneses, afinal nosso foco é muito ocidental e temos que mudar nossas visões, além de que eu possuo vários amigos que pedem indicações de músicas Coreanas. Essa é uma das coisas que eu mais estou empolgada para 2016! Voltar a indicar músicas, séries e filmes legais para vocês!

Amor, comportamento, empoderamento: Vemos tantos blogs com assuntos tão padronizados, estou em busca de novos conteúdos e além disso estou querendo produzir novos conteúdos. Vai funcionar como uma troca de conteúdos na internet. Prometo que vou escrever sobre outros assuntos e nunca cumpro, será que agora vai? Boa sorte e coragem pra mim em 2016!

E vocês? Montaram metas para 2016? Me mandem os posts de vocês pra eu ler tudinho. E não se esqueçam de comentar ideias de vídeos e postagens, vou amar receber uma ajuda. Feliz ano novo!