Primeiras impressões: A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard


SINOPSE: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração. [Saiba +]

Depois de um vídeo que a Pâm (Gonçalves) liberou no canal, fiquei com um pé atrás sobre esse livro. E todas as vezes que eu fico com esse leve sentimento no coração o que eu faço? Isso mesmo! Leio os primeiros capítulos do livro no Google Play.

Política de pão e circo na cara dura, sem nem disfarçar:  a essência é exatamente a mesma de séculos atrás. Depois que há um desenvolvimento real na história, toma um ritmo muito acelerado. Geralmente isso nos prende ao livro, mas não aconteceu comigo. Demorou um pouco para eu realmente me prender à protagonista. Confesso que só vou continuar a leitura por pura curiosidade!

Estou bem feliz que consegui ler oito (Sim amigos! OITO!) capítulos gratuitamente, o que é ótimo comparado à amostras de alguns livros que tem menos de 1/3 do primeiro capítulo. Ponto positivo pela disponibilidade da editora com um número bem inteligente de páginas. 

Leitura: Um pouco lenta, depois fica super acelerada! Agora ela está moderada.
Nível de amor: Ainda em desenvolvimento. Mare possui uma personalidade de afastamento, e isso se reflete perfeitamente no livro!
Nível de Indicação: Indico para quem quer conhecer uma distopia nova, ou pra quem já conhece o gênero. Sempre me aventuro em novas distopias, justamente para observar as distopias de cada universo.

Comentários

  1. Esse livro é um daqueles que eu compraria pela capa. Adorei a sinopse e já fiquei curiosa pra saber qual é esse poder que a Mare possui, e o que acontece dentro do palácio. Já adicionei o livro na minha lista de próximas leituras.
    Beijos, Gabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 né?
      A capa é encantadora! E todos os acontecimentos te prendem à história!
      Mil beijos, Gabi!

      Excluir

Postar um comentário

Fico honrada por estar lendo a minha postagem, deixe o seu comentário sobre, com o link do seu blog, para que eu possa visitá-lo e comentar de volta! Que o seu dia seja incrível!