ElaLeu #13 - Peeta case comigo! | A Esperança, COLLINS, Suzzanne

♥ Suzzane Collins, 51 anos,  Hartford, Connecticut
♥ Publicado em 2011, pela editora ROCCO - Jovens Leitores
♥ Narração em primeira pessoa em ordem cronológica.
♥ Personagens principais: Katniss, Gale, Peeta, Plutarch, Finnick, Prim, Presidente Snow e Presidente Alma Coin.
♥ Distopia, infanto-juvenil. Em um futuro distópico Katniss conta como é viver em uma sociedade terrível e sobreviver à Jogos de vida ou morte.

livro-a-esperanca-suzanne-collins
Foto: Raquel Moritz

SINOPSE: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?


SE VOCÊ NÃO LEU NENHUM DOS LIVROS DA TRILOGIA JOGOS VORAZES, MUUUUITO PROVAVELMENTE IRÁ SE DEPARAR COM SPOILERS, JÁ QUE ESTE É O TERCEIRO E ÚLTIMO VOLUME DA SÉRIE. 


O fim de uma trilogia não poderia ser mais satisfatório. Após as duas participações nos Jogos Vorazes, e ter se tornado o símbolo de uma revolução que ela nem sabia que existia, Katniss está no esquecido e considerado "destruído" distrito 13. O livro nos mostra como ela está lidando com o trauma pós-Jogos e com a perda de Peeta. O único consolo que a nossa heroína tem é o Gale (essa frase ficou muito solta né? Desculpa!). 

O que eu mais gostei foi o desenvolvimento dos personagens. Todos eles evoluíram de forma assustadora. Até Katniss, que se mostra estupidamente abalada com o final do Massacre Quaternário, mostra suas evoluções no decorrer do livro. Peeta pode estar morto ou nas mãos da capital, o que pode ser tão ruim quanto estar morto, e isso abala a Katniss profundamente. Depois de ter entrado nos últimos Jogos apenas para protegê-lo, realizando acordos com diversas partes, perdê-lo foi completamente frustrante para a nossa protagonista.

Neste livro são apresentados diversos personagens novos. A Presidente Alma Coin (que eu considero uma versão feminina menos doentia do Presidente Snow) comanda a população que está no Distrito 13. E também temos a equipe televisiva que filmará a Katniss para alguns Prontopops, que nada mais são do que espécies de comerciais para aumentar o poder da Revolução. Ver o crescimento da revolução e consequentemente o da Katniss é muito satisfatório.

Como o título da resenha sugere, Peeta é o amorzinho da minha vida no livro. Meu personagem favorito desde o início da série, se mostrou maravilhosamente humano e foi um dos únicos personagens que evoluíram de forma progressiva nos três livros a outra que também evoluiu muito foi Prim. Peeta é peça-chave nos livros por sempre estar no Programa do Caesar falando sobre a revolução e sendo contra ela, o que deixa os rebeldes do Distrito 13 totalmente revoltados.

O final da série foi espetacular. Ver que todos os segredos que perduraram no primeiro e no segundo livro serem revelados e assim deixar a trama com um propósito que faz sentido foi o que me deixou mais feliz. Espero que tenham gostado da resenha e não esqueçam de deixar seus comentários, se vocês leram o livro e/ou querem ler.

Comentários