terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Volta às aulas - Nova rotina literária, blogueira e estudante.

Olá pessoal! Já estou na minha terceira semana de aula e já temos milhões de trabalhos pra entregar, agora por exemplo, parei de fazer um pra escrever esse post! Hahaha...

Minha câmera quebrou de vez :( fotos tiradas pelo meu celular, já estou com projeto de uma câmera nova, me dê sugestões!
Com a volta à escola muita coisa vai mudar, pelo menos eu espero que mude. Meu último ano no ensino médio, finalmente aprendendo sobre desenvolvimento Web e muitas coisas mais voltadas para a área de T.I. E também voltaram os ensaios da Orquestra de Música Villa Lobos, continuarei postando os diários contando novidades e tirando dúvidas.

Continuo lendo os livros que pretendo terminar esse ano, não na velocidade que eu gostaria e também estou comprando outros... Ai como faz pra parar? Estou pensando em começar a gravar vídeos pro blog sobre assuntos diversos já o que tem aqui é um pouco de tudo né? O que vocês acham?

Só estou deixando claro que o Blog ainda está de pé, e se depender de mim só vai crescer mais e mais! Caso queriam me contactar pelas redes sociais a Fã Page do Blog está bem ali do ladinho e/ou vocês também podem me seguir no Twitter.

Pretendo voltar com três posts semanais: sexta-feira, sábado e domingo. Vejo vocês em breve!

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Diário de uma violinista #02 | Sobre o meu violino!

Então hoje eu vim contar pra vocês um pouquinho sobre o meu violino, o Link.


Minha mãe comprou ele junto comigo. No dia decidimos comprar algo BBB (Bom, Bonito e Barato) pois estávamos no fim do mês e na época nós não sabíamos se eu iria continuar tocando ou depois de um tempo iria desistir. Essa incerteza foi um problema, já que eu ainda esou tocando, mas com um violino não muito bom. Então a partir de agora estou buscando um novo brinquedinho, que seja obviamente de uma qualidade superior.

O Link  é um Vogga 4/4 cor marrom avermelhado e com uma camada de brilho. No case, que carinhosamente eu chamo de caixa, só veio ele, o arco e um breu péssimo! O que realmente foi uma droga! E o que me atrapalhou muito no início foi a necessidade de uma espaleira (também conhecida como ombreira), senão fico toda torta pra tocar, porque eu tenho um pescoço médio/longo e o violino é de uma altura pequena sabe?

Então, umas duas semanas depois eu e minha mãe compramos a bendita espaleira e um afinador digital. Minha espaleira é da Paganini. Ela é muito boa, sério. O único ponto negativo é o fato dela ser reta, já que na forma de um "S" o encaixe no ombro é perfeito.

O problema foi que o meu afinador foi pro espaço! Quebrou porque caiu da escadaria da minha igreja, onde eu comecei minhas aulas de teoria musical. Então minha mãe teve que comprar outro, revoltadíssima com o preço já que os dois eram a mesma coisa, mas o segundo teve uma diferença de preço absurda (o primeiro foi R$ 45,00 e o segundo R$76,00)! Mas o segundo afinador já parou de funcionar também e atualmente estou tentando afinar o meu violino só ouvindo ele mesmo.

Tenho uma relação de amor e ódio com o meu atual violino. Afinal de contas ele foi o primeiro, mas não foi um primeiro muito bom. Isso me lembra um pouco o primeiro beijo sabe? Nunca é bom! Haha

E também tem uma flanelinha na minha caixa, pra limpar o violino após ensaios intensos, apresentações ou quando eu sinto que ele ficou bem sujinho. É importante tirar os resíduos de breu que saem do arco e caem no espelho e na madeira do violino, para que isso não deixe ele com uma aparência de mal cuidado e/ou envelhecido, pois o breu meio que impregna na madeira do violino e pra tirar só um especialista mesmo, chamado de Luthier.

Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco sobre o meu instrumento, lembrando que eu não sou nenhuma especialista/violinista Expert, assim como alguns de vocês ainda estou aprendendo e tomando conhecimento e experiência. E vocês? Já tiveram algum instrumento? Pretendem ter? Me contem nos comentários vou adorar saber mais sobre os talentos musicais de vocês!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

A menina que roubava livros [FILME] - A História que eu parei para assistir



Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger (Sophie Nélisse) sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo (Geoffrey Rush), ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu (Ben Schnetzer) que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe (Emily Watson) e brinca com a amigo Rudy (Nico Liersch). - Fonte: Adoro Cinema

Dia 01 de Fevereiro fui ao cinema assistir a adaptação do livro do Markus Suzak.
Li A Menina que Roubava Livros há muito tempo, mas me lembro claramente de terminar o livro e ficar semanas olhando pro nada, pensando no quão bom foi a leitura, e que demoraria para eu encontrar um livro que me tocasse tão profundamente como o livro me tocou. Achei que a adaptação ficou muito fiel ao livro, sério! Tem uma cena ou outra que não foram colocadas por motivos de serem cenas que não interferiam fortemente na trama, não que fossem cenas inúteis, mas que se fossem colocadas deixariam o filme brutalmente longo!

Lembro de uma vez ter discutido com uns amigos que leram o livro de que para se obter uma excelente adaptação, seria necessário uma série. As crônicas de Gelo e Fogo não me deixa mentir. A Menina que Roubava livros foi, assim como o livro, uma história que me fez chorar. Liesel interpretada pela lindíssima Sophie me surpreendeu em sua pureza e sua personalidade forte! Hans e Rosa Hubermann ganharam meu coração na pele de Geoffrey e Emily Watson, que atores são esses minha gente? Incríveis! Me fizeram chorar muito! E claro que o Max na adaptação foi interpretado pelo lindíssimo Ben Schnetzer, que eu já posso declarar amor eterno!

Indico para todos assistirem, mas insisto: leia o livro antes! Alguns detalhes realmente não são registrados no longa, então é melhor pegar a obra completa e não perder nada! Vocês assistiram o filme? O que acharam? Me contem tudo nos comentários! Até o próximo post!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

5 on 5 - Fevereiro: Here comes the sun

Depois de 3 longos dias sem nenhum oizinho do sol, nesta tarde ele resolveu me visitar e eu pude tirar as fotos do projeto 5 on 5. Como eu já expliquei o 5 on 5 é um projeto que reúne 5 blogueiras e todo dia 5 de cada mês nós postamos 5 fotos em nossos respectivos blogs.

O tema desse mês eram silhuetas no sol, algo que remete bem o verão. Gostei bastante do tema, tem tudo a ver com esse finalzinho de férias e finalzinho de verão e o sol se despedindo da gente sabe?

Chamei meu irmão pra me ajudar a fotografar e posso dizer que mamãe terá mais um aspirante à fotografia aqui em casa hahah. Agora chega de falar e vamos às fotos, sim?!

 Foto tirada pelo meu irmão, morri de amores ♥

 Olha quem nos acompanhava durante as fotos, medo desse besouro gente! Percebam como ele está molhado, sim! Tinha acabado de chover!

 Minha cara natureba, com o cabelo natureba e a expressão natureba hahaha, viva a natureza!

Tirei no momento em que o avião passou, adorei o efeito iluminado.

E pra encerrar, uma foto de costas pro sol. Reparem como eu fiquei pálida com a iluminação...

E hoje eu vou fazer uma coisinha especial, uma música que tem tudo a ver com o que eu estava sentindo enquanto fotografava. Here comes the Sun dos Beatles, mas essa versão é super especial pra mim, da Demi Lovato com a Naya Rivera em GLEE.


Espero que vocês tenham gostado das fotos e da música linda demais! Mas eu sou suspeita pra falar já que sou fã de Beatles, Demi e Naya.

Não esqueçam de conferir os blogs das outras meninas ein?

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

ElaLeu #08 - Anjos e mais Anjos | Angelologia TRUSSONI, Danielle

♥ Danielle Trussoni, 40 anos, La Crosse
♥ Publicado em 2010 no Brasil, pela editora Objetiva (SUMA de letras)
♥ Narração em primeira e terceira pessoa, na visão de duas personagens.
♥ Personagens principais: Evangeline, Verlaine, Gabriella, Celestine e Grigori.
♥ Conta a história de uma família no mundo da Angelologia através dos tempos.



SINOPSE: No romance de estreia de Danielle Trussoni, best-seller do New York Times, anjos também vivem na Terra e escondem suas asas para não levantar suspeitas. No entanto, sua perfeição imaculada se desfaz quando se apaixonam pelos humanos, seres inferiores. Os descendentes dessa união, os chamados Nefilins, são criaturas híbridas que desejam dominar a humanidade semeando o medo, provocando guerras e se infiltrando nas mais poderosas e influentes famílias da história. Com uma narrativa complexa e inteligente, Angelologia - O Conhecimento dos Anjos consegue fundir elementos bíblicos, míticos e históricos e envolver o leitor da primeira à última página.No livro, a irmã Evangeline era apenas uma menina quando seu pai a entregou à ordem das Irmãs Franciscanas da Perpétua Adoração, ocupantes do Convento de Santa Rosa, em Nova York. Agora, aos 23 anos, ela se vê subitamente jogada no centro de uma batalha pelo poder na Terra que já se estende por milênios. Os protagonistas desse confronto são os Nefilins e a reclusa Sociedade Angelológica, que, com seus conhecimentos ancestrais, parece ser a única capaz de detê-los. Quando Evangeline se envolve no conflito, sua vida é colocada em risco e o apocalipse parece estar próximo. Dos corredores austeros do convento à opulência da Quinta Avenida, de um cemitério em Montparnasse às montanhas da Bulgária, Angelologia - O Conhecimento dos Anjos é uma viagem pelos locais resguardados onde a História da relação entre os seres humanos e os anjos foi mantida a sete chaves.



É uma historia dividida em duas esferas: a primeira mostra Evangeline no final da década de 90 no Convento de Santa Rosa. Ela foi mandada pelo pai para o convento após a morte de sua mãe. Esse convento possui uma oração perpétua que já dura centenas de anos, onde as irmãs oram 24h por dia e 365 dias por ano, sem parar.

Quando Evangeline recebe uma carta, já que ela é responsável pela correspondência do convento, a carta possui informações que Evangeline já está acostumada a receber, pois são pedidos de terceiros para adentrar no convento e ver a biblioteca e as obras de arte que ele possui. Mas as irmãs do Santa Rosa são muito fechadas e preferem que ninguém nunca adentre o convento.

Entretanto, na carta há um nome familiar para Evangeline. Quando Verlaine, o autor, cita na carta o nome de madre Innocenta, deixa Evangeline muito curiosa, até porque ela nunca recebeu uma carta citando o nome de uma madre do Santa Rosa que há décadas havia falecido. E a partir dessa carta várias coisas começam a acontecer com a Evangeline, as irmãs do Convento e o próprio Convento.

A segunda esfera do livro se passa na década de 40, onde a autora nos mostra a adolescência de Gabriella, a avó de Evangeline, e Celestine que era sua amiga, colega de quarto e estudos. Elas estudavam Angelologia e trabalhavam juntas para a realização de uma nova expedição que poderia revolucionar o mundo da Angelologia. Mas várias coisas também acontecem, e ocorre que essas duas amigas venham a se separar.

Confesso que eu gosto bastante dessa segunda esfera, já que eu adoro ler sobre décadas passadas e posso dizer que histórias que se passam no passado ficam mais enraizadas na minha memória.

Encerrando a segunda esfera, a autora nos leva de volta à primeira, onde a sociedade Angelológica precisa completar a missão que foi iniciada há muito tempo e que a avó de Evangeline esteve envolvida. Vários segredos são revelados e com isso o livro me surpreendeu muito. 



Foi aquele tipo de livro que eu li e fiquei semanas sem ler nada porque eu pensava "nada vai superar esse livro, ele é muito bom!", eu sou muito suspeita pra falar sobre livros Angélicos, já que eu adoro livros com essa temática, principalmente quando são ambientados historicamente de uma forma riquíssima. Eu fiquei chocada quando eu fui pesquisar vídeo-resenhas sobre o livro e eu simplesmente não encontrei.

Esse é um livro que eu indico para todos, apesar do início ser cansativo, com descrições de personagens e de cenário, e como estamos ambientados em um convento, riqueza de detalhes é indispensável. Mas no decorrer da trama o livro fica muito empolgante, e autora possui uma escrita muito peculiar, como se cada palavra fosse um segredo a ser revelado e querendo descobrir logo você lê 100 páginas em uma noite sem perceber.

O único ponto negativo do livro é que ele acaba. Fiquei muito triste quando eu descobri que ele acabou ali, justo ali! Ele tem uma continuação que se chama Angelópolis que eu quero muito ler, mas não encontro em nenhum site brasileiro, só achei português de Portugal. Esse livro é emprestado da Marri e com certeza quando eu tiver a oportunidade comprarei meu próprio exemplar, porque esse livro é muito bom!
Atualização: a Marri viu o quanto eu amei o livro e deu ele de presente pra mim na época! Ainda quero ler a continuação, mas além de não ter sido publicada no Brasil, a versão original tem um preço um tanto quanto absurdo (R$75 na Amazon BR)
A diagramação é boa, folhas amareladas e grossinhas, somente a fonte que eu considerei pequena e isso pode atrapalhar a leitura para algumas pessoas, mas eu li tranquilamente. Vocês já leram esse livro? Gostam de livros com anjos? Me contem nos comentários! Quero saber tudo!

sábado, 1 de fevereiro de 2014

O que esperar de 2014?

Bom, como pra mim o ano só começa depois do carnaval (pelo menos janeiro ainda é um mês neutro, como uma passagem do ano anterior ao novo ano) venho aqui compartilhar com vocês o que eu quero pra esse ano de 2014.



Blog: Como esse é o segundo ano do blog, acredito que amadureci bastante e encontrei a minha forma peculiar de escrever. Quando eu volto pra ler meus antigos posts até me assusto, eu era muito diferente! 

Espero poder atualizar o blog diariamente com conteúdos interessantes e que eu goste. Estou na meta de conseguir 150 seguidores e 100 Likes na Fã Page do Ela escreveu, podem achar um número pequeno(ou grande, nunca se sabe), mas devemos começar devagar certo?

Nesse ano também já estou com uma vontade louca de comprar o domínio do blog, só vou esperar mais um pouco e terminar de juntar dinheiro para o pagamento. Posso até tentar ensinar #comofas!

Escola: Como esse é o meu último ano no Instituto, espero aproveitar bastante, mas não ficar pensando no que eu poderia ter feito e sim no que eu ainda posso fazer. Vou me dedicar à escola e ao pré-vestibular fortemente. Já até baixei as apostilas de duas das matérias que terei esse ano e já estou me adiantando. Espero colocar o blog e os estudos em sincronia!

Estudar de manhã e de tarde será um imenso desafio e eu espero que eu consiga ficar acordada em todas as aulas, dormir só em casa certo? Certo!

Livros: Estou com uma pilha bem generosa de livros não lidos, serão a maioria lidos esse ano e terão resenhas também, aguardem! Pretendo comprar livros somente em Junho, já até sei quais são, não vou contar porque é surpresa. Mas calma vou mostrar tudo aqui no blog!

Cinema: 2014 sem dúvidas será um ano incrível no cinema, muitos lançamentos e continuações aguardadas fortemente, espero ir assistir os que eu me identificar mais e claro contarei aqui no blog minhas considerações.

Corpo: Com a formatura fiquei mais cautelosa com o meu corpo. A sorte é que a mamãe está ajudando muito. Comprando comidinhas integrais, diminuindo as frituras e acrescentando muitas verduras e legumes. Nós já éramos fãs de carteirinha de comidas naturebas, mas agora estamos mais apaixonadas ainda.

E não se trata só de comida, estamos fazendo exercícios, a maioria envolvendo dança. Já que é mais divertido do que abdominais e flexões né?

E vocês? O que esperam pra esse ano? Estão confiantes assim como eu? Me contem tudo nos comentários!