quinta-feira, 26 de maio de 2016

Manu Gavassi lança clipe movido à doações de sangue ♥ Ela escreveu


Manu Gavassi entrou na minha lista de cantoras favoritas quando eu ainda estava no Ensino Fundamental e colecionava revistas da Capricho aos montes na minha casa. Até hoje ainda tenho a edição em que ela foi capa pela primeira vez.

Nada é mais gratificante e gostoso do que ver uma pessoa como a Manu praticamente crescer comigo. Ela lançou dois álbuns, participou de duas novelas e cresceu de uma forma inexplicável e maravilhosa durante todo esse percurso. Aquela garota de 16 anos com o cabelão de babyliss, batom rosa e uma linda headband cresceu, cortou o cabelo, pintou de várias cores e hoje é uma mulher que influencia outras meninas a se aceitarem.

Um episódio recente foi quando ela comentou em sua conta no Instagram o excesso de Photoshop aplicado em uma foto que era outra capa de revista e o quanto ela se sentiu incomodada com isso.

"Venho lançar a minha VIP fazendo uma crítica. Sim, estou boicotando minha própria capa porque quase não me reconheci com tanto photoshop. Não pareço uma garota real, pareço um boneco de cera. E se era pra eu me sentir bonita, poderosa e natural em uma capa dessas, eu me sinto o contrário."
Tal incomodo gerou o projeto #MeSintoLindaComoSou onde ela chamou a Maqui (outra mulher maravilhosa que trabalha com Karol Pinheiro ♥) que é fotógrafa e fez um ensaio maravilhoso. Muitas pessoas ainda se doeram com argumentos do tipo "mas você é magra de qualquer jeito" ou "não vi diferença nenhuma" mas só quem conhece o nosso corpo somos nós, e se nós falamos tanto da aceitação corporal por parte das gordinhas, porque não apoiar as magrinhas também? Vamos lutar por uma igualdade real!

"Existem milhares de outras lutas extremamente mais sofridas e que merecem nossa atenção mas nenhuma deve ser desmerecida. Nenhuma deve ser calada. Fiz essas fotos assim que vi os textos que estava recebendo a respeito do meu comentário sobre edição. Eu poderia realmente saber dos meus privilégios e ficar quieta no meu canto com medo de ser vista como uma garotinha boba querendo aparecer com uma causa delicada. Ou eu poderia usar esse espaço, voz e exposição que me foi dado pra fazer algo que preste e mudar nem que seja meia dúzia de pensamentos de garotas jovens, em formação, sobre a sua própria imagem e sobre essa questionável perfeição que vemos todos os dias até no Instagram: Chuva de looks do dia e maquiagens e corpos editados no Facetune.
Daí me veio aquele velho dilema, fazer algo a respeito ou me esconder por medo de críticas? E decidi fazer algo a respeito. Toda discussão é válida e até com as críticas nós crescemos e melhoramos..." Manu ao final da campanha ♥
Falando um pouco mais sobre o clipe, ele segue uma vibe meio Girlband e Girlpower que eu particularmente amei! Ele é todo com o foco na Manu e nas meninas que compõem a banda. Me trouxe lembranças deliciosas da época de Lipstick, uma banda de rock brasileira composta somente por meninas (saudades!!!).


Mas o mais importante mesmo foi o que motivou o clipe a ser lançado: doação de sangue. É o primeiro clipe do nosso planetinha a ter esse formato e já posso dizer que quero mais. Eu sempre fui muito a favor de doar sangue, principalmente depois que eu descobri que não posso doar (tenho endocardite). Quando a campanha começou, fiz até apelo no Twitter pros migo de São Paulo irem doar na Fundação Pró-Sangue e usar a hashtag #PlayPelaVida.

E sim! eu só escrevi essa postagem GIGANTE pra demonstrar o quanto eu estou orgulhosa dessa mulher de 1,5m de altura que tem tanto pra crescer e mostrar pro mundo coisas e músicas maravilhosas (mulher, pare de roubar o meu diário e escrever sobre a minha vida... hahaha)! Assistam o clipe:



Não esquece de conversar comigo em todas as redes sociais, vamos falar mais sobre esse clipe e sobre o EP inteiro, porque gente! Maravilhoso! Sou @blogelaescreveu em todas elas ♥
🌈 Facebook 🌈 Instagram 🌈 Twitter 🌈 Skoob 🌈 Bloglovin 🌈

Todas as imagens são de Reprodução da própria Manu.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Páscoa e Make?! - Porta-maquiagem Capricho + Cacau Show


Desde o ano passado eu sofro horrores por não ter conseguido comprar o copo de Capricho em parceria com a Cacau Show, mas esse ano foi diferente. Confesso que ainda fico triste por não ter aquele copo lindo, mas essa latinha é um amor completo!

O que a marca diz: Feita especialmente para as adolescentes práticas e descoladas, este porta-maquiagens fashion vem com ilustração exclusiva da Capricho e uma película espelho para facilitar ainda mais o dia a dia. Além disso, traz ovinhos de chocolate ao leite com recheio cremoso sabor algodão-doce.
O que eu mais gostei foi esse aspecto vintage e étnico que é bem boho e tumblr ao mesmo tempo.

Os ovinhos desse ano são de chocolate ao leite recheados com um creme sabor algodão-doce. O mais triste é que esse sabor é exclusivo dessa latinha, ano passado o sabor era de milk shake de morango, por exemplo. Sério, se esse sabor fosse adicionado à linha de trufas tradicionais da Cacau Show eu compraria com certeza. Melhores sabores de chocolate!


O preço é bem salgado, sim. É uma latinha pequena, que vem com 180g de chocolate (na minha vieram 22 ovinhos, só pra contar de uma outra forma), e que se você for um chocólatra incontrolável, come rapidamente e nem sente. Eu que me tornei um pouco mais controlada com chocolates, consegui ficar uma semana com o sabor desses docinhos na minha boca. Paguei R$34,90.

Vou usar o porta-maquiagem com certeza, mas provavelmente não pra guardar maquiagem, já que as minhas quase não couberam direito! Mas é uma boa pedida para guardar aquelas makes pequenas do dia-a-dia, principalmente quem vai à escola. Um BB Cream, máscara e lip balm cabem perfeitamente!



E vocês comprariam esse porta-maquiagem? Ou já se deliciaram com outros chocolates nessa páscoa? Me contem tudo nos comentários! E não se esqueça de acompanhar o Ela escreveu em todas as redes sociais! Estou tão ativa nelas que é quase inacreditável! Feliz páscoa, queridos! Independente de crenças e religiões, aproveitem o feriado para ficar próximos de suas famílias, compartilhar os bons momentos e agradecer pela oportunidade de estarem juntos em mais uma páscoa!

🌈 Facebook 🌈 Instagram 🌈 Twitter 🌈 Skoob 🌈 Bloglovin 🌈

quarta-feira, 23 de março de 2016

Últimas Leituras Semanais: #03 e #04 | Atualizações e avisos!

Hora de atualizar vocês das minhas últimas leituras. Quando postei esses vídeos eu ainda tinha um ritmo de leitura consideravelmente lento. Hoje, me organizando melhor e com a ajuda do meu Bullet Journal, consigo ler tudo o que eu preciso e deixar a vida toda em ordem... Em breve vai sair uma postagem completa sobre ele, assim que eu completar um mês usando (pra ter certeza que vai dar certo!).

Voltando ao assunto do post! LIVROS! Leituras da Semana, edições #3 e #4. Vamos assistir e comentar um pouquinho dos títulos de cada vídeo? Vamos!


2. Garota Exemplar - Gillian Flyn (foi abandonado, mas está na meta de leituras de 2016)
3. Mosquitolândia - David Arnold (só li a prévia mesmo, quem sabe em um outro momento da minha vida?)
4. A menina que tinha dons - M. R. Carey (continuo lendo, assim que eu terminar a leitura vai ter resenha aqui no blog)
5. Triste fim de Policarpo Quaresma - Lima Barreto (aqueles livros de vestibular que eu pre-ci-so terminar de ler!)
6. Cartas do Papai Noel - J. R. R. Tolkien (vou ler no Natal de 2016, sim!)
7. Divergente - Veronica Roth (li, mas ainda não escrevi resenha, pois quero escrever de toda a trilogia)




Além de estar mais feliz, eu fiquei apaixonada na minha maquiagem
1. Clube dos Herdeiros (preciso terminar esse livro, #socorr)
2. Insurgente - Veronica Roth (preguicinha de segundo volume de série/trilogia)
3. Destrua este diário - Keri Smith (tá lá na estante... #sorry)

Agora que os estudos pro vestibular  recomeçaram, gravar o Leituras da Semana se tornou bem complicado, até porque eu não tenho tempo para dedicar à gravar, editar e postar como eu tinha ano passado, quando eu não estava tão dedicada e focada no ENEM. Mas não se preocupem! Eu continuo lendo os meus livrinhos e pretendo postar resenhas escritas e em vídeo para vocês. O canal e o blog estão crescendo em um ritmo tão maravilhoso que, por mais que eu tenha que estudar, sempre separo 1h do meu dia pra me dedicar ao Ela Escreveu.

Então não se esqueçam de se inscrever no canal e acompanhar o blog em todas as redes sociais! É tudo @blogelaescreveu... Sempre estou interagindo por lá, vem conversar comigo!

🌈 Facebook 🌈 Instagram 🌈 Twitter 🌈 Skoob 🌈 Bloglovin 🌈

segunda-feira, 21 de março de 2016

Ela Leu #25: O lado mais sombrio - A. G. Howard

♥ A. G. Howard, Texas. 
♥ Publicado no Brasil pela editora Novo Conceito.
♥ Narração em primeira pessoa em ordem cronológica.
♥ Personagens principais: Alyssa, Jeb e Morfeu
♥ Fictício, fantasia. Romance baseado em um novo universo de Alice e o país das Maravilhas depois de algumas gerações.


Sinopse: Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas.Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer.
Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o superprotetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas.
Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa... [Saiba +]


Não me recordo exatamente o motivo de ter começado a leitura desse livro, mas fico feliz por ter começado. Como já foi dito na sinopse, Alyssa é descendente de Alice, a icônica figura de "Alice no País das Maravilhas" de Lewis Carroll. A autora conseguiu dar uma continuidade na história de uma forma muito convincente. Mostrando a realidade do País das Maravilhas, para uma menina agora mais velha, nós temos essa realidade muito mais bizarra do que a vista, por exemplo, nos filmes do Tim Burton.

Sim, o ponto principal do livro é que Alyssa retorne para o País das Maravilhas para consertar as besteiras que Alice cometeu durante a sua estadia. Ela acaba levando consigo, por acidente, seu amigo mas queria que fosse algo mais Jeb e tudo fica mais complicado ainda, porque além de ter que quebrar uma maldição, tem mais uma cabeça pra cuidar e impedir que esta seja cortada piadinha envolvendo o enredo porque sim.

Quem guia Alyssa desde o início é Morfeu, um personagem misterioso e cheio de encantos que às vezes pode nos confundir de que lado ele está. Ele é o típico Damon Salvatore da trama. Um homem charmoso e lindo, mas que possui uma faceta sombria e misteriosa, que o deixa muito mais sexy. Então ela busca livrar o nome da família da maldição que consiste em ouvir os insetos e as flores. Várias mulheres da família acabaram em sanatórios devido ao comportamento um tanto quanto peculiar e o maior medo de Alyssa é terminar em um também, já que ela já começou a apresentar os sintomas.

O livro no início é um poco lento, pois mostra um pouco da vida da Alyssa antes da aventura. Ela é uma adolescente comum com vários dramas comuns, exceto pela mãe que está cada vez mais ficando pior e pelo pai que está considerado a possibilidade de uma intervenção brusca que pode acabar destruindo os miolos dela para que a loucura "passe". Depois que ela começa a se envolver com o País das Maravilhas o livro começa a ter um aceleramento inacreditável, é tão intrigante e empolgante que dificilmente você consegue parar de ler depois da 100ª página.

Li o livro em menos de 24h e confesso que fiquei bem chocada com o final, sério!!! Vocês precisam ler esse livro porque precisamos sentar e ter uma discussão profunda sobre o final espetacular e totalmente inesperado. No momento estou planejando a minha leitura da continuação que é A mariposa no espelho (um livro curto com as perspectivas de Jeb e Morfeu) e também Atrás do Espelho (continuação da história principal). Espero lê-los ainda esse ano enquanto a memória do livro ainda está boa!

E vocês? Já leram este livro? Me contem o que acham dessas releituras que fazem de histórias clássicas reconhecidas no mundo inteiro, eu vou adorar saber! Não esqueçam de me acompanhar em todas as redes sociais (@blogelaescreveu) e saber tudo que eu estou lendo em primeira mão!

🌈 Facebook 🌈 Instagram 🌈 Twitter 🌈 Skoob 🌈 Bloglovin 🌈

domingo, 20 de março de 2016

Experiência: Amigo Secreto Virtual | Tons de Booktubers

Eu sei que o Natal foi há três meses, mas eu precisava conversar com vocês sobre o amigo secreto que eu participei com outros Booktubers incríveis. Entrei em contato com o grupo Tons de Booktuber graças ao Kauan do Conexão Mista (http://www.conexaomista.com.br) que eu já sou amiga de longa data. Por lá encontrei gente linda que eu já admirava como a Sibelle Lobo e o Danilo Besteti e tive a oportunidade de conhecer mais pessoas incríveis que, assim como eu, amam ler e explanar o seu amor literário na internet.

Então nós resolvemos nos juntar pra realizarmos o amigo secreto. Nem todos puderam participar, mas foi muito bom da mesma forma, espero que todos participem nesse ano. Usamos o site www.amigosecreto.com.br pra colocar os nomes e a lista de livros desejados. A nossa única falha foi não ter comprado pelo próprio site. Cada um comprou na loja que já tinha confiança e experiência e acabou que os nossos presentes atrasaram muito!

Queremos repetir a dose em 2016, mas dessa vez comprar pelo site e com mais antecedência. E lógico que eu criei dois vídeos incríveis para a ocasião: um com dicas de quem eu tirei e outro do Unboxing de quem me tirou. Confiram abaixo!





E vocês? Já participaram de algum amigo secreto virtual? Como foi a experiencia de vocês? Deu tudo certinho? Me contem nos comentários! Eu vou adorar saber. E não se esqueça de se inscrever no canal! Estamos quase chegando na meta do ano! Confiram também os vídeos dos outros amigos que participaram!


quinta-feira, 17 de março de 2016

PLAYLIST de K-POP: Janeiro 2016

Reprodução. Disponível em www.spin.com
Eu precisava compartilhar com vocês o que eu sempre ando ouvindo quando estou muito entediada das mesmas músicas americanas que todos nós estamos fartos de ouvir. K-Pop é um gênero musical onde a maioria dos artistas é Coreano e as músicas possuem a maior parte das suas letras no mesmo idioma.

Eu comecei a ouvir K-pop na mesma época que comecei a assistir animes. Era metade do meu Ensino Fundamental, lembro nitidamente de ouvir somente 4Minute e Girl's Generation. Atualmente o leque musical é maior, costumo dizer que a produção de música Coreana é triplo da Americana, mas não sei se estatisticamente está certo haha.




F(X) - 4 Walls: essas meninas são incríveis e esse álbum inteiro é espetacular. Indico fortemente!

Trouble Maker - Now: esse casal é tão sexy, o clipe dessa música é destruidor! Nem preciso dizer que eles são zero família tradicional coreana.

9Muses - Sleepless Night: sou apaixonada pelo clipe e pela música, é muito gostoso ouvir essas mulheres cantando.

Rania - Demonstrate: aqui começa a bater o meu coração mais forte por causa da coreografia. As coreografias, tanto de grupos masculinos quanto femininos, são inacreditáveis! E é algo que eu sinto falta na América, então nós vamos buscar lá do outro lado do mundo mesmo.

Twice - Ooh-Aah: a revelação Coreana dos últimos meses. Elas são lindas, fofas, talentosas e o grupo que todo grupo quer ser. Essa música grudou na minha cabeça desde Dezembro do ano passado e não saiu mais. O mais legal são as coreografias, sim, no plural. Elas devem ter umas 10 versões dessa música e todas são muito divertidas.

Mind Your Own Business - Ailee: essa música é tão #GIRLPOWER que me deixa até emocionada falar dela. A Ailee é uma cantora muito famosa na Coréia por causa da sua incrível potência e amplitude vocal.

Taeyeon - I (feat. Verbal Jint): essa música representa o álbum inteiro. A Taeyeon é a líder do grupo Girl Generation e no final do ano passado ela lançou um álbum solo. Foi incrível, eu ficava o dia inteiro ouvindo essa mulher cantando. A voz dela é tão suave e ela é tão afinada, me passa uma paz incrível! O clipe é mais mágico ainda!

Oh My Girl - Closer: conheci o grupo recentemente e confesso que só ouvi essa música delas. Ela é como as músicas da Taeyeon, suave e com uma mensagem linda.

HOT PINK - EXID: sou fã dessas mulheres tem um bom tempo e todas as vezes que elas lançam uma música sempre se superam. Essa música e o clipe são lindíssimos! As vozes são extremamente potentes e a batida dançante.

Chained Up - VIXX: conheci esse grupo recentemente e me apaixonei por essa música. Eu adoro a coreografia e a letra.

Lightsaber - EXO: é claro que eu não poderia de citar os reis do K-pop. Eles lançaram um álbum e um EP ano passado e bombaram muito, como sempre. Essa música foi feita especialmente por causa do filme Star Wars lançado final do ano passado e eu gostei muito da produção da mesma.

Anda - Taxi: chegamos na minha parte Hip-Hop. É muito difícil eu gostar de Hip-Hop Coreano. Algumas músicas não combinam muito comigo, mas as que combinam ficam no meu coração por meses. Essa cantora eu conheci ano passado e essa música foi lançada também ano passado. Eu amei a rouquidão da voz dela e a sensualidade que ela carrega durante a música inteira.

Cider - YEZI: conheci a Yezi por causa de Reality Show que tem por lá, o Unpretty Rapstar. Ela participou da segunda edição do programa e mostrou todo seu talento e poder por lá. Não ganhou, mas com certeza conquistou vários fãs. Essa é a música de estreia e foi muito bem recebida.

Semana que vem eu volto pra falar um pouco mais das minhas músicas coreanas de Fevereiro e depois estarei atualizando vocês mensalmente. E vocês? Me contem se já tinham ouvido músicas coreanas (vale até Gangnam Style?!) e o que acham desse estilo musical! Um super beijo e até semana que vem!


segunda-feira, 14 de março de 2016

Metas Literárias de 2016 - Chiclete Violeta, Vitor Martins e Culto Booktuber

Finalmente me sentei para escrever essa postagem! Era para ser uma das primeiras do ano, mas eu fiquei totalmente enrolada, principalmente por causa da auto escola, mas agora estou aqui no meu intervalo do dia e vou revelar pra vocês quais são os livros escolhidos para a leitura em 2016.

Gostaria de destacar que a meta de 12 livros para 2014 (clique para conferir a lista) e 15 livros para 2015 (clique para conferir a lista) ainda está de pé e eu ainda quero ler todos os livros selecionados. No final dessa postagem os livros estarão listados de forma atualizada também!

Em 2016 eu até pensei em gravar mais um 12 ou 16 livros para 2016, mas me deparei com os desafios literários de canais que eu amo demais e decidi, então, participar dos desafios!

Desafio Chiclete Violeta 📚





O maior desafio e o que mais falta títulos para eu completar, não se preocupem com os espaços em branco, todo o mês eu pretendo atualizar esse post com os novos títulos, além de deixar em formato de aba, onde vocês poderão acessar no menu.



Transformado em musical: 
Mais de 600 páginas: A Fúria dos Reis - George R. R. Martin (não lido)
Escrito por mais de um autor: Um Ano Inesquecível - Thalita Rebouças, Bruna Vieira, Paula Pimenta e Babi Dewet (não lido) ou Zumbis x Unicórnios - Organizado por Holly Black e Justine Larbalestier (não lido)
Que já foi banido: 
Com temática LGBT: Fake - Felipe Barenco (não lido)
Que fale sobre racismo: O diário de Anne Frank (não lido)
Série com mais de 5 livros: Como treinar o seu Dragão - Cressida Cowell
Uma trilogia: 
De um(a) autor(a) que eu não gosto:
Escrito no Wattpad:
Escrito por um(a) africano(a):
Terror/Suspense: Vestido de Noivo - Pierre Lemaitre (não lido) ou O Iluminado - Stephen King (não lido)
Com capa vermelha: Cartas do Papai Noel - J. R. R. Tolkien
Com menos de 100 páginas:
Com ilustrações: O mundo mágico de Harry Potter - David Colbert
Com número no título: U2 by U2
Que você já leu: Terras Metálicas - Renato C. Nonato
Capa que você não gosta: Vidas Fragmentadas (não lido)
Resenhado pelo Booktuber favorito: Mulheres - Bukowski (não lido) ou Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios - Marçal Aquino (não lido)
Ficção científica: Eu, Robô - Isaac Asimov (não lido)
Muito tempo na estante: Morte Súbita - J. K. Rowling (não lido) ou Laranja Mecânica - Anthony Burgess (não lido)
Tema polêmico: Lolita - Vladimir Nabokov (não lido)
Escrito por Shakespeare:
Romance: A Sereia - Kiera Cass
Queria ter lido em 2015: Cartas de amor aos mortos - Ava Dellaira
De um escritor brasileiro: Anjos da Morte - Eduardo Spohr (não lido)
Origem a um filme que você gosta muito: 
Não-ficção: Deus, como ele nasceu - Reinaldo José Lopes
Crônicas ou contos: Crônicas de sempre (não lido)
O autor tem o mesmo nome que você:
Um livro que se passe na Ásia:

Calendário Vitor Martins 📚


Como vocês viram ele selecionou uma categoria para cada mês do ano. O meu calendário já está impresso e pendurado no meu quarto e eu estou tentando cumprir com a meta de Fevereiro. Mas estou fazendo o possível.

Janeiro - Começar uma trilogia ou série: Divergente - Veronica Roth (lido)
Fevereiro - Um livro que virou filme: Laranja Mecânica - Anthony Burgess
Março - Escrito por uma mulher: A Lista Negra - Jhennifer Brown
Abril - Um livro nacional: Capitães da Areia - Jorge Amado
Maio - Um livro infantil: 
Junho - Um romance: Se eu ficar - Gayle Forman
Julho - Com mais de 500 páginas: Fúria dos Reis - George R. R. Martin
Agosto - Um clássico: Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley
Setembro - Um ficção científica: Eu, Robô - Isaac Azimov
Outubro - Um livro de terror ou suspense: O Iluminado - Stephen King
Novembro - De um autor que você nunca leu: As boas fadas de Nova York - Martin Millar
Dezembro - Que ganhou de presente: A arte da Guerra

Para cada categoria eu coloquei um ou mais livros e também repeti títulos. A meta é ler todos os não lidos da estante, então caso eu não leia um livro em um mês, posso ler no próximo e assim por diante.
Baixe o calendário aqui: https://goo.gl/eLEKdk

Grande Desafio do CULTO BOOKTUBER 📚



Janeiro: Crônicas de sempre (não lido)
Fevereiro: Clube da Luta - Chuck Palahniuk (não lido)
Março: Dom Casmurro - Machado de Assis (não lido)
Abril: Vestido de Noivo - Pierre Lemaitre (não lido)
Maio: U2 by U2
Junho: Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios - Marçal Aquino (não lido)
Julho: Eu, Robô - Isaac Azimov
Agosto: Fake - Felipe Barenco
Setembro: Lolita - Vladimir Nabokov
Outubro: 
Novembro:
Dezembro:


12 livros para 2014 (5/12)

  1. Angelologia - tenho - lido
  2. Morte Súbita - tenho - não lido #vergonhaalheia
  3. Anjos da Morte - Eduardo Spohr: tenho - não lido #vergonhaalheia
  4. Bruxos e Bruxas - tenho - lido 
  5. Fazendo meu Filme - não tenho - não lido
  6. Extraordinário - tenho - lido - resenha
  7. Guerra dos Tronos - George R. R. Martin: tenho - lido
  8. A probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - tenho - lido 
  9. A Cruzada Secreta - tenho - não lido #vergonhaalheia
  10. O Diário da Princesa - tenho - não lido #vergonhaalheia
  11. O Chamado do Cuco - não tenho - não lido
  12. Mar de Monstros - não tenho - não lido

15 livros para 2015 (2/15)

  1. Guerra dos Tronos - George R. R. Martin: tenho - lido
  2. Anjos da Morte - Eduardo Spohr: tenho - não lido #vergonhaalheia
  3. Lolita - Vladimir Nabokov: tenho - não lido #vergonhaalheia
  4. Zumbis X Unicórnios - Justine Larbalestier: tenho - não lido #vergonhaalheia
  5. Cidades de Papel - John Green: não tenho - não lido
  6. Clube da Luta - Chuck Palahniuk: tenho - não lido #vergonhaalheia
  7. As boas fadas de Nova York - Martin Millar: tenho - não lido #vergonhaalheia
  8. A menina que tinha dons - M. R. Carey: não tenho - não lido
  9. Se eu ficar - Gayle Forman: não tenho - não lido
  10. Divergente - Veronica Roth: tenho - lido
  11. Fake - Felipe Barenco: tenho - não lido #vergonhaalheia
  12. 1 Página de cada vez - Adam J. Kurtz: tenho - não lido #vergonhaalheia
  13. Azul é a cor mais quente - Julie Maroh: não tenho - não lido
  14. V de Vingança - Alan Moore: não tenho - não lido
  15. Morte Súbita - J.K. Rowling: tenho - não lido #vergonhaalheia
Sugiro que vocês acompanhem o Ela escreveu nas redes sociais para acompanharem em tempo real todas as minhas leituras. Vocês podem me achar em todas elas como @blogelaescreveu 

sexta-feira, 11 de março de 2016

Ativador de Cachos S.O.S Cachos Intensos (Umidificador) | Resenha


O que a marca diz: O Ativador de Cachos SOS Intensos foi desenvolvido especialmente para aqueles cabelos com molinhas pequenas e super intensas. Os nutrientes têm maior dificuldade de percorrer a extensão do fio e estes cabelos necessitam de hidratação e nutrição super intensa. Enriquecido com Cera de Abelha, que tem propriedades amaciadoras, ajuda na definição dos crespos e é riquíssima em antioxidantes, e Óleo de Coco, repleto de ácidos graxos ideais para hidratação, este produto é tudo que os seus crespinhos precisavam para ficarem ainda mais brilhosos, definidos e nutridos. Ideal para cabelos crespíssimos e crespos.


O que eu achei: Sobre o tipo de cacho eu realmente prefiro produtos mais hidratantes (voltados para os cabelos do tipo 4) então esse casou perfeitamente. Quando eu uso ele os meus cachos ficam super brilhosos e muito definidinhos, mas eu não uso ele como finalizador.

Por ser um ativador de cachos, a proposta é usar após a finalização ou em day afters. Eu prefiro usar nos day afters pra dar aquela definida e aquele brilho que o travesseiro tira do meu cabelo. O mais legal é que ele não fica com a aparência de produto acumulado, ou seja, pode ser usado diariamente sem problemas.
O preço é bem bacana levando em consideração dois pontos: comprimento do cabelo e frequência de uso. Eu, como tenho o cabelo curtinho, não preciso aplicar muito produto pra conseguir um resultado legal. E eu também não o usei todos os dias desde que eu comprei, e isso fez ele durar muito mais.

E agora umas fotos de como o produto ficou no meu cabelo, esse era o meu day after número 2 e eu já havia aplicado no day after número 1.



Finalizando em tópicos:
  • 300 ml: o suficiente pra mim, durou quase 1 ano.
  • Proteção UV: necessário nesse Brasil de sol lindo e intenso todos os dias, aprovado!
  • Combate frizz: combate mesmo! Ele dá uma reduzida quando eu uso, mas nada que uma "leve" bagunçada não resolva.
  • Reduzir Volume: por combater o frizz, reduz o volume sim, mas caso você não queira o efeito é só bagunçar os cachos.
  • Cheirinho suave: nunca senti um cheirinho desse, tornou o produto único.
  • Consistência diferente: é mais puxado para um gel do que um creme. 
  • Saiba mais sobre os produtos da Salon Line aqui: http://www.salonline.com.br
Em breve vou trazer mais resenhas sobre os produtos que estou usando no meu cabelo, aguardem novidades e acompanhem o Ela escreveu em todas as redes sociais, é tudo @blogelaescreveu. Um super beijo e que vocês tenham um fim de semana incrível!

*Não é publieditorial

segunda-feira, 7 de março de 2016

Booktubers Rocco 2016 - EU SOU UM DELES!



Queria tanto compartilhar essa novidade com vocês, mas como não tinha sido divulgado nada oficial, guardei em segredinho durante algumas semanas. Mas agora finalmente é real oficial e eu sou uma Booktuber da Editora Rocco!



Me inscrevi já pensando que não iria conseguir pelo simples fato da editora ser enorme e o meu canal está crescendo aos pouquinhos ainda, mas quando recebi o email da Juliana dei cada grito na minha casa que quase fiquei sem voz.

O mais legal é que o time é composto por 4 pessoas que possuem idade e público relativo ao meu, o que não causa insegurança em nenhum de nós. Estou super empolgada para esse projeto e essa nova fase que o Ela escreveu está passando. Espero que vocês continuem me acompanhando e se ainda não for inscrito no meu canal, não perca tempo!


E claro que eu preciso pedir para vocês acompanharem o canal da Editora Rocco, pois eu vou estar aparecendo por lá também! Se inscrevam para acompanhar todos os outros canais! Estou muito feliz e ansiosa com esse novo projeto, e vocês? Me contem nos comentários! Essa conquista é nossa e eu devo ela a vocês que me acompanham há quatro anos aqui no blog e um ano no canal.

Me acompanhe também nas redes sociais, vamos nos amar virtualmente (Jout Jout).

    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

    Clube do Livro Feminista da Emma Watson - Vamos participar?


    Que Emma Watson é diva das nossas vidas não é nenhuma novidade, mas vocês souberam da novidade? Dentre várias iniciativas belíssimas da atriz, ela surgiu com uma maravilhosa. Um Clube do Livro Feminista! O clube tem como principal objetivo a realização de leituras conjuntas com livros que estão relacionados ao Feminismo.
    “Como parte do meu trabalho na ONU mulheres, eu comecei a ler tantos livros e ensaios sobre a igualdade quanto minhas mãos alcançaram. Há tanta coisa incrível lá fora! Engraçada, inspiradora, triste, provocante, que empodera! Eu tenho descoberto tanto que, às vezes, eu sinto que minha cabeça está prestes a explodir… Eu decidi começar um clube do livro feminista, porque eu quero compartilhar o que estou aprendendo e ouvir seus pensamentos também. O plano é selecionar e ler um livro a cada mês, então discutir a obra durante a última semana do mês (para dar tempo a todos de ler!). Vou postar algumas perguntas/citações para começar as coisas, mas eu adoraria que isto crescesse para uma discussão aberta com e entre todos vocês. Sempre que possível eu espero ter a autora, ou outra voz proeminente sobre o assunto, junto à conversa.”

    O nome do Clube ficou "Our Shared Shelf" (Nossa prateleira compartilhada) e os primeiros livros foram "My Life on the Road" da Gloria Steinem (sem publicação no Brasil), no mês de Janeiro, e "The Color Purple" da Alice Walker (publicado no Brasil com o título "A Cor Púrpura", saiba + aqui), no mês de Fevereiro. A única coisa que é necessária para entrar no Clube do Livro é uma conta no Goodreads. Vamos?

    EXTRA: Achei uma obra traduzida da Gloria Steinem e pretendo lê-la caso não consiga acompanhar o "Life on the Road". O livro é o Memórias da Transgressão (saiba + aqui) e o mais legal é que essa obra é encontrada facilmente na internet (de graça!). Uma coletânea de vários artigos que ela escreveu durante a carreira, o que fica mais fácil ainda pois podemos ler um artigo por dia, ou por semana.

    Fontes que me ajudaram: Ovelha - Galileu

    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

    TOP 3: Produtos de maquiagens favoritos dos últimos tempos


    Olá pessoal! Mais uma postagem e dessa vez super especial. Hoje eu trago pra vocês os meus últimos favoritos de maquiagem! Estou viciada nesses produtos desde o final de 2015 e como já os usei durante bastante tempo já poderia contar pra vocês o que eu estou achando deles. Vamos lá?
    1. O que a marca diz?
      Características: Os ativos contidos em sua formulação (Pantenol, Extrato de Algas Marinhas e Nylon 12), miniminizam a aparência dos poros e linhas de expressão, promovem o disfarce óptico, facilitam o deslize da maquiagem e auxiliam no controle de brilho da pele, promovendo maior duração da maquiagem ao longo do dia. Não possui cor. Fragrância neutra. A embalagem com válvula Pump evita o desperdício de produto.
      É perfeito para: Preparar, uniformizar a textura e auxiliar no controle de oleosidade da pele, promovendo fixação da maquiagem por mais tempo.

      O que eu achei?
      Sendo o primeiro primer que eu testo, senti uma diferença muito grande. Ele hidrata muito a pele e disfarça sim os poros, principalmente os que eu tenho bem visíveis acima da bochecha #odeio. Como o BB Cream que eu uso não transfere muito, com o primer ele fixa por ainda mais tempo na minha pele, o mesmo vale pro corretivo que antes não fixava quase nada. Fico com a pele ótima até aqui na minha cidade onde calor e umidade reinam absolutos! 
      Paguei R$56,00, aproximadamente. Não vale muito a pena comprar maquiagem aqui na minha cidade onde tudo costuma ser absurdamente caro, porém, o investimento valeu a pena.

    2. O que a marca diz?
      Textura macia e cores ultra pigmentadas para um traço perfeito.
      Por que você vai amar? A linha de lápis Color Show da Maybelline traz direto das passarelas de Nova York 12 cores intensas e de longa duração. Os lápis Color Show são ultrapigmentados e têm textura macia, o que permite um traçado fácil e preciso para você criar diferentes looks e ousar nas cores.

      O que eu achei?
      Tenho complexo com os meus olhos: sempre os achei pequenos! Então desde que soube do truque "lápis bege na linha d'água levanta o olhar" fiquei desejando um. Quando finalmente encontrei mal acreditei. Hoje eu até me sinto mal se sair toda montada pra night sem o meu queridinho na linha d'água. Sem falar que ele fixa horrorosamente, posso falar com toda autoridade porque a minha linha d'água tem pavor de lápis, mas esse fica nela por um tempão! E agora que eu uso óculos ele se tornou indispensável! Paguei R$19,00.

    3. Batom Líquido Colan Marsalla (Dailus PRO)
      O que a marca diz?
      Produto inovador! Fórmula que proporciona alta cobertura com efeito matte. Cores fortes que definem os lábios. Secagem rápida.

      O que eu achei?
      Sou a louca do batom matte! Todos os meus cremosos ficam com essa textura depois do truque do pó compacto. O que mais me convenceu a comprar foi a cor desse lindo! Eu achei que seria super difícil de aplicar, mas não! Ele não seca tããããão rápido! Dá tempo de passar, corrigir, tudo de uma vez só. O único problema foi a minha embalagem. Quando eu comprei não usei imediatamente porque estava esperando uma ocasião especial, daí quando finalmente abri *SURPRESA!* o meu aplicador estava quebrado </3 Então fui obrigada a usar o meus pincel chanfrado pra aplicar. Mas fora isso gente (e o preço que foi a facada monstra), o batom é incrível! Paguei R$31,90 e até hoje meu bolso chora por isso.
    E vocês? Quais são os produtos de maquiagem do momento na vida de vocês? Não se esqueçam de me contar tudo nos comentários e nas redes sociais! Um super beijo e até a próxima!

    sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

    3 anos de Violinista - Como anda essa vida musical?

    Faz alguns anos desde que eu postei aqui no Ela escreveu sobre o meu violino. Não lembro exatamente o motivo da pausa nesse tipo de conteúdo, mas espero retomar agora em 2016. Estou com projetos de divulgar a Orquestra que participo e a arte de forma geral no meu estado e no nosso país. Então hoje eu vou contar pra vocês tudo que mudou em 2015 na minha vida como musicista.

    Foto de 2014, esta sou eu extremamente focada no Música na Estrada haha

    Mudança de naipe 

    Entrei na Orquestra Villa Lobos como integrante do Violino 3, naipe mais inferior presente na nossa. Todos os violinistas passaram pela naipe do violino 3 para se adaptarem ao ambiente orquestral. Eu, pelo menos, que nunca havia tocado com uma orquestra, quando entrei fiquei completamente desesperada com a forma que funcionava: cada músico entra em um momento distinto. Depois de ficar aproximadamente uns 8 meses como violino 3, me tornei líder do mesmo. O líder de naipe é a base para a mesma. No meu caso eu devo saber todas as entradas corretamente, arcadas (sabe quando os violinos balançam aquele arco pra cima e pra baixo? Eles devem estar 100% sincronizados!) e afinação do meu grupo. Foi uma experiência incrível, ganhei muita responsabilidade com a Orquestra e isso me amadureceu como violinista. 

    Depois de quase 1 ano e meio, fui transferida para o violino 2, naipe intermediária. Foi um choque. As partituras são mais complexas e foi necessário mais aprofundamento nos estudos. Me dediquei ao máximo para conseguir acompanhar os outros violinos, mas confesso que sofri bastante. No final de 2015 algumas mudanças foram feitas e eu acabei me tornando líder de naipe do violino 2. A responsabilidade pesa mais, a cada dia que passa eu me cobro mais para conseguir me comunicar com a minha naipe e com a Orquestra em geral. Cada músico é como um órgão de um corpo humano: todos são vitais e juntos realizam um trabalho perfeito. Em 2016 eu acredito que vou ficar pelo Violino 2 mesmo, tenho muito o que desenvolver para passar por uma próxima mudança de naipe e espero que meu maestro saiba disso haha



    Mudança de instrumento

    Fiz uma postagem apresentando o meu violino em 2014. Troquei de violino no final do mesmo ano se não estou enganada. Atualmente o meu violino é um Michael 4/4 modelo VNM47. Comprei ele de segunda mão com um colega próximo que deixou de praticar e não me arrependi nem um pouco. A diferença sonora foi absurda! O novo violino é mais alto, se tratando de volume. Mas ele precisa de ajustes. Pensei durante 2015 inteiro se investiria em outro instrumento, ou se reformaria o atual. A minha escolha no momento é reformar, porque ele é um violino muito bom que só precisa de uma pitada de reforma, sabe? Dependendo de como as coisas vão se desenvolver em 2016, reformo ele ainda este ano (se acontecer vou montar postagem também) com um Luthier.




    Violino em 2016

    Nesse ano, como já citei no início da postagem, pretendo falar mais sobre a minha vida como violinista e divulgar mais a Orquestra que eu participo. Também pretendo começar a juntar a dinheiro para reformar o meu instrumento ainda nesse ano. Além de tentar me dedicar mais agora que me tornei líder de naipe e preciso ter mais confiança com o meu instrumento. Pensar se gravo daily vlogs nos dias de apresentação como uma forma de divulgar a Orquestra e disseminar a música pelo meu estado, pelo país e quem sabe pra fora dele!

    2014
    2015






















    Me contem o que vocês acham desse tipo de publicação mais pessoal. Não que eu já não coloque todo o meu coração nesse blog, mas essa é uma parte que eu ainda não tinha mostrado muito para vocês. Espero que tenham curtido, não esqueçam de deixar seus comentários e de seguir o Ela escreveu nas redes sociais pra ficar sabendo de tudo em primeira mão!

    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

    ElaLeu #24: Naomi & Ely - David Levithan e Rachel Cohn



    Ano: 2015 - Páginas: 256 - ISBN: 9788501103123 - Galera Record - Compre aqui 

    Sinopse: A quintessência menina-gosta-de-menino-que-gosta-de-meninos. Uma análise bem-humorada sobre relacionamentos. Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que... Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.

    Comprei este livro na Saraiva junto com o "Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios", mas para a minha tristeza profunda este estava esgotado e eu acabei recebendo somente o livro do David e da Rachel. Este é aquele típico livro que conquistou muitas pessoas por causa da capa que é muito bonita. Os tons de azul e roxo se complementam e dão um ar bem gracioso. Além do verniz localizado na capa que dá todo um diferencial pro livro.

    Este é o primeiro livro que eu leio, tanto do David Levithan como da Rachel Cohn e confesso que não foi nem um pouco como esperava. Com os sucessos de "Todo dia", "Will & Will" e "Garoto beija garoto" eu esperava que esse seria no mínimo um pouquinho espetacular, mas não aconteceu. O livro conta as histórias de Naomi, Ely e outros personagens que estão na trama e que vivenciam o drama da dupla de amigos.

    Naomi é a menina mais bonita do colégio, mais popular, mais maravilhosa da face da terra e outros adjetivos mais que eu não vou citar. Ely é aquele amigo gay maravilhoso que todo mundo merece ter algum dia na vida, ainda bem que eu tenho alguns e eles são incríveis da mesma forma! O grande "problema" é que Naomi é apaixonada por Ely e ele é gay. Coloquei problema entre aspas porque o real problema é a Naomi inteira. Você se apaixonar pelo amiguinho homossexual não é nenhuma novidade, agora você insistir e desejar no fundo do coração que ele vai virar hétero e casar com você soa muito paranoico. Tudo começa a ir por água abaixo quando Ely beija o namorado de Naomi, então somos levados ao desenrolar do livro pra saber se a amizade vai continuar firme e forte como quando eles eram crianças ou se tudo vai ser quebrado.


    A famosa lista do não-beijo diz respeito aos garotos que ambos, Naomi e Ely, não devem beijar para não estragar a amizade. Eu acreditei que a lista realmente pudesse estar no livro, em anexo na última página, mas ela não existe. É aquele tipo de detalhe que daria um realismo a mais na história e eu senti muita falta. O livro é excelente pra quem conhece Nova York. Indicações de ruas, prédios, centros... Deve ser bem mais interessante quando você tem uma visão desses lugares pré-existentes na sua cabeça, ou tem paciência pra dar uma pesquisada enquanto lê. Eu não fiz isso, mas quem sabe em uma releitura?

    Tem duas playlists, essa é a de um dos melhores capítulos do livro, um personagem muito especial cria esta playlist, além de explicar o motivo pela escolha de cada uma das musicas. Não vou dizer qual é o personagem para evitar spoilers, mas o nome dele já circula em algumas resenhas. Uma das poucas coisas que fez o livro valer a pena.



    Minhas faixas favoritas: Fiona Apple - Criminal + Kirsty MacColl - A New England + Shuggie Otis - Inspiration Information + Grandmaster Flash: The Message

    Avaliei com 3 de 5 estrelas por ser mais um livrinho na minha vida. Eu iria dar 2 estrelas tranquilamente, mas alguns detalhes minúsculos fizeram com que eu aumentasse a nota. Estou ansiosa para assistir a adaptação cinematográfica com a maravilhosa Victoria Justice interpretando Naomi, sério!!! Perfeita combinação! Além de ter uma participação da Monique Coleman <3 #sddsHSM atuando. Me contem o que vocês já leram este livro e o que acharam dele, também não deixem de me contar alguma história que aconteceu com um amigo gay que daria um livro! Um super beijo e até a próxima!

    "Somente uma garota que ama um garoto que ama um garoto" 

    segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

    ElaLeu #23 - Sejamos todos Feministas, Chimamanda Ngozi Adichie + algumas coisinhas



    Sinopse: O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de Sejamos todos feministas, ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo."A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente."Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente da primeira vez em que a chamaram de feminista. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: Você apoia o terrorismo!. Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são anti-africanas, que odeiam homens e maquiagem começou a se intitular uma feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens. Neste ensaio agudo, sagaz e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para pensar o que ainda precisa ser feito de modo que as meninas não anulem mais sua personalidade para ser como esperam que sejam, e os meninos se sintam livres para crescer sem ter que se enquadrar nos estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé. Baixe o livro gratuitamente!

    Comecei a ler este livro depois de diversas indicações entre blogs e canais, nem todos literários. É um livro bem curto, adaptado de um discurso da autora dado no TEDx. Ele é uma leitura que até hoje eu considero perfeita para quem não conhece o feminismo e/ou julga sem saber o que está falando. Com menos de 80 páginas somos apresentados ao que seria uma realidade da vida da autora, mas que está presente em todo o planeta, o machismo.

    Não estou aqui para gerar polêmica sobre machismo e feminismo, muito menos obrigar ninguém a ser feminista e odiar os homens. O feminismo tem várias linhas de estudo e cada mulher tem o feminismo de forma distinta na sua vida, mas eu sinto que com o mesmo propósito: ser respeitada e valorizada por todos.

    Li esse livro no ano passado e ele foi a confirmação que sou feminista. Acredito que todas as mulheres são feministas, até as que dizem que nunca serão, justamente porque ser mulher na nossa sociedade nos obriga a ter algumas lutas e medos diários. 2015 foi o ano em que o Feminismo ganhou uma força inacreditável. Vários comentários de pessoas influentes, vários filmes e documentários mostrando a força das mulheres, campanhas publicitárias que invadiram os meios de comunicação e o mais impactante de todos: o tema de Redação do ENEM.

    "A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira" exala feminismo. É claro que falar só sobre o Feminismo não iria garantir uma nota boa, vale lembrar de todas as competências e habilidades exigidas pelo ENEM. Eu citei o Feminismo na minha redação e confesso que apesar de ter ficado muito tempo focado nela, fiquei com medo de tirar uma nota baixa. Consegui 860 e fiquei extremamente satisfeita, acredito que só não obtive maior nota porque não fiz nenhuma citação (não iria caber).

    E vocês? Já leram este livro? Caso ainda não o tenham, eu indico que assitam o discurso da Chimamanda. São 30 minutos de uma voz linda com um sotaque maravilhoso, além do fato de que você fica mais empolgado com a música ***Flawless da Beyoncé. Sim! A diva arrasa demais na letra da música, além de usar partes do discurso da Chimamanda! Confiram logo a seguir o clipe e o discurso, legendado, completo!





    Espero trazer mais conteúdos sobre Feminismo para este lugar. É algo que se tornou parte da minha vida e que a cada dia que passa eu procuro pesquisar mais e mais sobre este assunto! Me indiquem temas para falar sobre, eu vou adorar ouvir suas sugestões. Críticas também serão bem-vindas, desde que me respeitem e respeitem os leitores deste espaço que eu cuido com tanto carinho! Um super beijo e até a próxima!